O que é desgaste natural do veículo?

Com o tempo e uso, algumas peças do carro precisam ser trocadas. Confira quais são

Desgaste natural é o nome dado ao processo que, com o tempo, faz com que as autopeças precisem ser trocadas. Os manuais de fábricas estipulam prazos para que os componentes sejam ao menos avaliados para a mudança. No entanto, além do tempo, o desgaste da peça depende também de seu uso. 

Por exemplo, se um motorista faz trajeto diários em vias mal pavimentadas e esburacadas, os amortecedores do veículo irão se deteriorar com mais rapidez em comparação a usos mais suaves. 

A manutenção preventiva é uma das maneiras para assegurar o bom funcionamento do carro e não correr qualquer risco oferecido pelo desgaste natural das peças. Através dela, é possível identificar o problema e solucioná-lo, sem que as peças de simples troca causem problemas mais graves. 

Entre as principais peças que precisam ser trocadas com o tempo estão: velas de ignição; elemento do filtro de ar; amortecedores; pneus; óleo e fluidos; pastilhas de freio; todas as correias; disco de embreagem; lâmpadas; palhetas do para-brisa. Entenda quando é necessário efetuar a troca de alguns desses componentes. 

Correia dentada

A correia dentada trabalha em conjunto com o virabrequim. Ela é responsável pela coordenação da movimentação das válvulas e pistões do motor. São nas válvulas que ocorrem as explosões de combustível que possibilitam o veículo andar. A correia ocasiona o tempo correto de admissão e escapamento, gerando toadas ideais. 

O componente precisa passar por inspeções a cada 10 mil Km, e ser trocado a cada 50 mil Km. Os gastos com o mau funcionamento da peça podem ultrapassar R$4.000, levando em consideração um motor 1.0.

Pastilhas de freio

Ao ser acionada pelo pedal, a peça é a responsável por gerar atrito com o disco de freio, o que reduz a rotação das rodas e, consequentemente, a velocidade. Elas podem ser feitas de diversos materiais, desde orgânicas – para veículos mais leves – até metálicas – para os mais pesados. 

O barulho metálico feito pelas pastilhas desgastadas é característico e de fácil percepção. Porém, o ruído acontece apenas em casos extremos, é necessário a revisão das peças a cada 10 mil Km rodados, e a troca entre 20 mil Km e 30 mil Km. 

Pneus

IMAGEM 3- PNEU CALIBRADO

Os pneus são um ponto crucial para a segurança do condutor e passageiros, já que são o contato direto do veículo com o asfalto. Pneus mal conservados ou carecas pioram a aderência do carro ao solo, o que pode ocasionar derrapadas, principalmente em dias de chuva. Além de diminuir a capacidade de frenagem.

Não existe regra exata para a troca dos pneus. Deve-se fazer o alinhamento e balanceamento, rodízio dos pneus a cada 10 mil Km rodado e calibragem com frequência. Ao observar os pneus carecas, é necessário fazer a troca. 

Outras peças

IMAGEM 4 – VELAS DE IGNIÇÃO

Para fazer viagens e trajetos seguros é preciso estar atento aos sinais do carro. A qualquer sinal de anormalidade, é imprescindível a ida a uma oficina de confiança. Observar o manual de fábrica e seguir suas recomendações também é de suma importância.  

Leia Mais
Uzbequistão: O país dos carros brancos