Curiosidades da profissão pelo mundo

Confira as singularidades de ser mecânico em outras partes do mundo

Confira as singularidades de ser mecânico em outras partes do mundo. Viaje pelo mundo da profissão neste infográfico do Reparador S/A!

Hong Kong

O aluguel nesse pedaço da Ásia é muito alto. Como consequência, as oficinas mecânicas são muito pequenas e servem apenas para armazenar ferramentas e peças. As reparações dos veículos são feitas nas ruas e em calçadas. Os mecânicos têm que ter cuidado para não serem atropelados pelos carros que passam pelas vias, enquanto os pedestres devem desviar dos componentes espalhados entre a entrada do estabelecimento e o meio-fio.


Cuba

O embargo comercial imposto pelos Estados Unidos durante décadas e as restrições da economia cubana fizeram com que os mecânicos deste país se tornassem verdadeiros artistas. Com carros norte-americanos das décadas de 40 e 50 e outros automóveis russos, como modelos da Lada, as peças originais são uma raridade. Os profissionais aprendem a moldar seus próprios componentes com materiais improvisados para manter a frota antiga funcionando até hoje.


Estados Unidos

O local mais radioativo de Nova York é uma oficina mecânica. A indústria química Wolff-Alport despejou resíduos tóxicos no esgoto entre os anos 40 e 50. Atualmente, a Los Primos Auto Repair ocupa esse terreno. A radioatividade na área não é forte. Só pode afetar pessoas que ficam muito tempo nela, como os mecânicos. Placas de aço, chumbo e camadas de concretos ajudam a bloquear a radiação do lugar.


Canadá

Os inuítes são membros da nação indígena esquimó e habitam as regiões árticas do Alasca, Canadá e Groenlândia. No território canadense, os talentos mecânicos desse povo já foram comprovados por pessoas que precisaram de um assistência nos caminhos nevados da região. Os locais já usaram ossos de baleia para fazer peças de um motor. Relatos que até pedaços de flechas usadas em caças foram aproveitados pelos inuítes.


Paquistão

Este país da Ásia é um dos lugares mais conservadores em relação à liberdade das mulheres. Em 2018, Uzma Nawaz se tornou uma das primeiras mulheres do Paquistão a se tornar uma mecânica diplomada. Ela trabalha na cidade de Multan e sempre causa surpresa nos clientes, os quais atende usando um véu preto. Para chegar na oficina, ela teve que enfrentar diversos obstáculos financeiros e familiares. Com o tempo, Nawaz ganhou o respeito de seus companheiros.

Leia Mais
Sistema Wrist-Twist – A tentativa da Ford de substituir o volante