A origem do Fusca

Carro tcheco foi usado como base para o veículo da Volkswagen

A raiz da origem do Fusca é desconhecida para muitos. Para entender, é necessário até entrar no conflito da Segunda Guerra Mundial. O austríaco Hans Ledwinka pode ser considerado um pai do carro da Volkswagen, apesar de não ser creditado como. Ele projetou o V570, modelo da montadora Tatra, da então Tchecoslováquia. Esse protótipo de 1931 chamou a atenção por suas linhas, que depois foram refinadas em 1933, na sua segunda versão.

O V570 levou à criação do Tatra 97 em 1936. O compacto chamava a atenção pelo seu design e causou impacto na vizinha da Tchecoslováquia, a Alemanha. Adolf Hitler viu o modelo e disse “esse é o carro que quero nas minhas estradas”. O engenheiro Ferdinand Porsche aproveitou sua proximidade com Ledwinka para se inspirar em criar “o veículo do povo alemão”, um sonho do ditador nazista.

Dois anos depois do lançamento do Tatra 97, Porsche apresentou o KdF-Wagen, mais conhecido por nós como Fusca. A semelhança com o carro tchecoslovaco era notória. Com motores montados na parte traseira e caracterizados por um engenhoso projeto de resfriamento a ar que enfrentou o desafio resultante da localização do motor, o protótipo V570 e o 97 compartilharam uma característica significativa com o Volkswagen, assim como o design central de túnel estrutural.

A Tatra então processou Ferdinand Porsche pela cópia de seu modelo. Porém, Hitler se intrometeu no assunto e afirmou que “resolveria o problema” para o engenheiro. Em 1938, a Alemanha invadiu a Tchecoslováquia e começou a ocupação naquela nação. Com essa ação militar prévia ao estouro da Segunda Guerra Mundial, o processo movido pela montadora do 97 foi interrompido.

Com a ocupação alemã na Tchecoslováquia, o Tatra 97 teve seu fim decretado. Apenas 508 unidades do inspirador do Fusca saíram das fábricas. A situação só foi se resolver em 1965, após a Segunda Guerra Mundial. Os tchecoslovacos processaram novamente os alemães e venceram nos tribunais. Pelos danos, a Volkswagen teve que pagar 1 milhão de marcos.

Hoje em dia, a Tatra deixou a produção de carros de lado e tem os caminhões como especialidade. Com esses veículos, a marca venceu diversas edições do famoso rali Paris-Dakar. Um dos maiores vencedores da competição é Karel Loprais, hexacampeão com a marca que inspirou o Fusca.

Tatra 97
Tatra 97
Tatra V570
Tatra V570

Leia Mais
A elegância da carruagem motorizada: a história do primeiro carro do mundo